Crotalária

Informação – Crotalária uma importante aliada no combate a Dengue

COMO PLANTAR A CROTALÁRIA BREVIFLORA 

2 A 3 Centímetros de profundidade, “enterradas”, sendo 2 ou 3 sementes em cada buraco, desta forma pode ser em vasos também. 

Em áreas maiores, quintal e terrenos, da mesma forma acima, só com a diferença de plantar a cada 2 Centímetros de espaço, mais 2 ou 3 sementes. 

Em áreas abertas, é necessário que uma planta cresça ao lado da outra. MOTIVO: Se der um vento forte uma apoia a outra para não quebrarem ou ficarem danificadas. Portanto não se deve plantar uma longe da outra, para não correr riscos de perder a plantação. 

Germinação: 

Idêntica ao feijão, plantou nasceu, 3 a 4 dias no máximo.

Florescimento: 

Dependendo da terra, e dos cuidados, entre 60 a 90 dias.

É uma plantinha que NÃO tem segredo.

Pois, se você jogar as sementes na terra, (A LANÇO), cerca de 50 a 75% vão brotar.

Muito Lindas! 

As flores amarelinhas, enfeitam qualquer área ou jardim. 

Aproveite e veja mais no nosso site:

www.crotalaria.com.br

MAIS DETALHES DA INTERNET SOBRE A CROTALÁRIA 

A crotalária é uma planta leguminosa, que vem sendo conhecida por seu diferencial em acabar com o mosquito da dengue. Usada comumente por agricultores como adubação verde e no controle de solos, a crotalária é conhecida por sua grande capacidade de atrair as libélulas, insetos voadores que se alimentam das larvas e também dos mosquitos adultos AEDES AEGYPTI, (o mosquito transmissor da dengue) assim como outros tipos de pernilongos.

Conhecida dos agricultores, por sua característica de ajudar a polinização de lavouras como por exemplo a soja e também o maracujá, já que suas flores atraem além das libélulas, que fazem a polinização, aumentando o volume de frutos por pé, e também por sua grande quantidade de oxigênio que faz dela o adubo verde ideal para lavouras e hortas, sendo que controla o nematoide nas lavouras e também em jardins e quintais (a falta de oxigênio do solo).

Bem com todas essas vantagens é aconselhável ter em nosso quintal ou jardim algumas crotalárias para ajudar até mesmo no combate ao terrível AEDES AEGIPTI, e também como adubação orgânica para as outras plantas. 

Vamos agora ensinar como plantar e cuidar da crotalária.

Passo a passo de como plantar e cuidar da crotalária 

1. A crotalária prefere solo fértil , e locais frescos.

2. Faça covas de 2 cm de profundidade, e 3 cm de distancia entre cada cova. Coloque em cada cova 2 ou 3 sementes de crotalária

3. Regue diariamente na fase do nascimento da semente. Tendo o cuidado para não deixar o solo muito encharcado.

4. A crotalária breviflora, requer os cuidados básicos que geralmente temos com as outras plantas de nosso quintal ou jardim.

5. Com um florescimento muito rápido em media de 90 a 100 dias no máximo depois do plantio.

6. A CROTALÁRIA “BREVIFLORA’, É A MAIS INDICADA CONTRA A DENGUE, POIS, CRESCE NO MÁXIMO 1 METRO DE ALTURA E FLORESCE EM 90/100 DIAS NO MÁXIMO.

7. Já as outras 550 espécies no mundo, pode ser uma planta com alta toxidade.

8. A crotalária breviflora, se adapta bem a seca e ao clima quente. suporta bem a meia sombra, se adapta com grande facilidade a pouca luminosidade, o que torna possível seu plantio conjugado, por exemplo, com o maracujá, em baixo de latadas.

9. Com todas essas qualidades acredito ser muito importante ter em casa alguns pés de crotalária, para ajudar no combate aos PERNILONGOS e MOSQUITOS DA DENGUE, assim como na melhoria do solo. Desde que tenhamos os cuidados necessários com qual espécie de crotalária estamos plantando, para não intoxicar os animais domésticos, que podem morder algumas das folhas ou flores da crotalária em seu quintal. Por estas dignas razões, eu recomendo a legítima crotalária breviflora.

10. A crotalaria breviflora é sem duvida, uma das plantas hoje consideradas como benéfica ao meio ambiente, por sua contribuição no controle natural do AEDES AEGYPTI.

Bem além de todos esses benefícios a crotalária nos brinda com belas flores amarelas com rajas vermelhas, de uma beleza campestre e perfeita. 

TEMOS TAMBÉM, ESTE ESTUDO VIA GOOGLE 

DENGUE: 

Que tal a beleza para combater o mosquito?

Às vezes, os poderes públicos locais nos surpreendem com atitudes sócio-ambientais interessantes. No interior de São Paulo, duas prefeituras estão adotando uma forma nova de combate ao mosquito transmissor da Dengue (AEDES AEGYPTI): o controle biológico do inseto através do cultivo da Crotalária BREVIFLORA. Esta planta é uma leguminosa, geralmente usada para adubação verde e controle de nematóides nos solos e que atrai as libélulas, insetos voadores que se alimentam das larvas e adultos do Aedes Aegypti. Com isso, pode-se ampliar o controle sobre a transmissão da Dengue, pelo controle do inseto transmissor. Claro que o uso da Crotalária não dispensa os cuidados de cada morador com o seu ambiente doméstico e do governo local com os espaços públicos, mas é uma ajuda importante e ambientalmente adequada. E além disso, nos fornece a beleza das flores e das libélulas (vejam fotos) nos nossos jardins, vasos e quintais. Que tal embarcar nesta? Assim como as informações de plantio.

Leiam a reportagem abaixo e se empolguem…

___________________________

Libélulas vão combater mosquito da dengue em São Paulo.

A ideia é que as flores atraiam as libélulas, que se alimentam das larvas e do mosquito adulto do Aedes.

A CROTALÁRIA BREVIFLORA, É MUITO SUPERIOR A CROTALÁRIA JUNCEA E OUTRAS ESPÉCIES NO COMBATE A DENGUE. 

Não ultrapassa 1 metro de altura, já a Crotalária Juncea demora de 6 meses há 1 ano para florescer, cresce em torno de 3 até 5 metros de altura, e depois de muito “MATO”, fica florida. 

VEJA MAIS DETALHES SOBRE A CROTALÁRIA BREVIFLORA ABAIXO:

Crotalária Contra a Dengue 

CROTALÁRIA BREVIFLORA É A MELHOR CONTRA O MOSQUITO DA DENGUE.

SAIBA PORQUE!!!

(A sua melhor “ARMA” contra o mosquito da dengue)

É uma leguminosa que cresce pouco, no máximo 60 centímetros á 1 metro de altura, e não fica do tamanho das demais, onde muitas espécies chegam atingir até 4 metros de altura. Muitas das crotalárias comuns, só florescem após 6 meses há 1 ano. Já a CROTALÁRIA BREVIFLORA logo floresce. Podendo ser plantada inclusive em condomínios. Sendo cultivada como cobertura vegetal, nas entrelinhas de culturas perenes, principalmente no combate ao “MOSQUITO DA DENGUE “AEDES AEGYPTI”. Floresce se bem cuidada, em até 90 dias, ou seja: 4 a 5 vezes mais rápido que as outras 550 espécies de crotalárias existentes no mundo, que geralmente demoram de 6 meses a 1 ano para dar flores, esta espécie da “BREVIFLORA”, NÃO fica tão alta como as demais espécies existentes. Devido ao seu porte BAIXO, (ANÃO), e o hábito não trepador, e por ser uma espécie má hospedeira de nematóides, tem rápido florescimento, se torna um dos melhores “ADUBOS VERDES” a ser utilizada nas entrelinhas das lavouras de café ou pomares. Má hospedeira de nematóides, contribuindo eficazmente para a diminuição da população destes; Em destaque especial, o terrível Mosquito da Dengue. O manejo (corte/incorporação/dessecação) deve ser feito na fase de pleno florescimento, quando o adubo verde apresenta o máximo acumulado de nutrientes. Controla ervas daninhas e fornece nitrogênio para a cultura consorciada. O seu porte baixo permite o trânsito de máquinas e pessoas nas entrelinhas. OUTROS BENEFÍCIOS DE PLANTAR A CROTALÁRIA BREVIFLORA EM SUA CASA, QUINTAL, CHÁCARAS, JARDINS ETC… Considerada um dos melhores Adubos Verde para terras improdutivas, traz Nitrogênio para a terra, e plantas ao redor. Tem características recicladoras, recuperadoras, protetoras, melhoradoras e condicionadoras de solos que não são férteis. Aumento da capacidade de armazenamento de água no solo. Controle de nematóides fitoparasitos. Descompactação, estruturação e aeração do solo. Diminuição de amplitude da variação térmica diuturna do solo. Fornecimento de nitrogênio fixado direto da atmosfera. Intensificação da atividade biológica do solo. Produção de fitomassa para formação da cobertura morta. Proteção de mudas-plantas contra o vento e radiação solar. Proteção do solo contra os agentes da erosão e radiação solar. Rápida cobertura do solo e grande produção de massa verde em curto espaço de tempo. Reciclagem de nutrientes lixiviados em profundidade. Recuperação de solos de baixa fertilidade. Redução da infestação de ervas daninhas, incidência de pragas e patógenos nas culturas, quintais e jardins. Suprimento de matéria orgânica ao solo. Fitorremediação, desintoxicação do solo, redução de metais pesados e/ou resíduos de defensivos. Matéria prima para compostagem. Contribui para o seqüestro de carbono que envenena outras plantas sensíveis. EXIJA A LEGÍTIMA CROTALÁRIA BREVIFLORA * ATENÇÃO… QUEM TEM PRESSA PARA ATRAIR AS LIBÉLULAS E ACABAR LOGO COM O MOSQUITO DA DENGUE, PERNILONGOS E O MOSQUITO DA FEBRE AMARELA… COMPRA CONOSCO A CROTALÁRIA BREVIFLORA.

Essa planta está sendo utilizada no combate à dengue, porque atrai a libélula, um inseto predador do mosquito da dengue e da febre amarela. 

Com o plantio da Crotalária em terrenos baldios, quintais, jardins, vasos e inclusive nas margens dos rios, ela atrai a Libélula que põe seus ovos em água parada e limpa, da mesma maneira que o Aedes Aegypti. Os ovos nascem, viram larvas e essas larvas se alimentam de outras larvas, inclusive do mosquito transmissor da dengue. Além de tudo isso, a libélula adulta se alimenta de pequenos insetos e o Aedes Aegypti faz parte do seu cardápio, o que pode diminuir a manifestação. São plantas pouco exigentes e com grande potencial de fixação biológica de nitrogênio. O seu crescimento é mais rápido e tem sido muito usada como adubo verde em rotação com diversas culturas e no enriquecimento do solo. 

* 

Muito obrigado 

José Francisco Rodrigues.’.

www.crotalaria.com.br

www.crotalaria.com

E

www.crotalaria.org

Vejam estes Vídeos

DENGUE! PLANTE CROTALARIA PARA COMBATER ESSA TERRÍVEL DOENÇA – AEDES AEGYPTI

SORRISO – CROTALÁRIA DENGUE 08 02 11 JORNAL DE MATO GROSSO

Cidades do interior paulista inovam no combate à dengue

http://www.sbt.com.br/jornalismo/noticias/50762/Cidades-do-interior-paulista-inovam-no-combate-a-dengue.html#.VSJ0p_nF9qV

MAIS SOBRE LIBÉLULAS
A dinâmica de capturar um objeto no ar é espantosamente complexa, tanto que normalmente apenas animais com sistemas nervosos complexos, como gaivotas ou seres humanos, conseguem fazer isso. Para interceptar algo se movendo a uma velocidade própria, você tem que ser capaz de prever onde esse “algo” estará no futuro. Quando os pesquisadores começaram a estudar libélulas em 1999, eles descobriram que, em vez de “rastrear” sua presa, elas a seguiam no ar até que se encontravam com a pobre coitada, interceptando-a. Em outras palavras, libélulas garantem uma caça voando para onde a presa também está voando. Isso indica que elas calculam três coisas durante uma caçada: a distância de suas presas, a direção que elas estão se movendo, e a velocidade com que estão voando. No espaço de milissegundos, a libélula calcula o ângulo de abordagem e, como um monstro de filme de terror, já está esperando quando a presa infeliz passa por ela.
 
LIBÉLULAS NUNCA PARAM DE COMER
 
Que bom que libélulas são tão bem adaptadas à caça, porque são comedoras vorazes. Comem diariamente até 15% do seu pêso.  Stacey Combes, pesquisadora de Harvard (EUA) que usa câmeras de alta velocidade para estudar os mecanismos de voo desses insetos, afirmou que uma libélula que ela estava estudando, comeu trinta moscas em uma rápida sucessão e teria continuado a comer se tivesse encontrado mais. Libélulas também variam o que comem, o que combina com seu estilo predatório. Normalmente, elas comem pequenas moscas ou mosquitos, presas muito fáceis pra elas.
 
ATÉ MESMO AS LARVAS (BEBÊS) DAS LIBÉLULAS CAÇAM
 
Libélulas ninfas são ainda mais sangue-frio do que suas contrapartes adultas quando se trata de assassinato. Como muitos insetos, libélulas começam a vida em um estágio larval. Larvas de libélula, ou ninfas, vivem debaixo d’água, movendo-se graças a um jato disparado de seu reto, como minúsculos torpedos. Algumas libélulas vivem assim por até cinco anos antes de passar um período relativamente curto de seis ou sete meses como adultas. Durante a sua vida pela água, elas caçam pequenos insetos e outras larvas que encontram no caminho. Mas, em muitas espécies, a dieta não para por aí – algumas ninfas comem até girinos e barrigudinhos, usando movimentos bruscos e suas mandíbulas poderosas.
FONTE:
http://listverse.com/2013/04/18/10-surprisingly-brutal-facts-about-dragonflies/

LIBÉLULA CAÇANDO INSETOS “XÔ” MOSQUITOS DA DENGUE

2 Comments

  1. Profile photo of José Dagoberto Braz

    José Dagoberto Braz

    Que é isto prezado amigo KIKO.
    Por nada, eu é que agradeço por nos fornecer estas sementes de esperança
    pra todos nós, contra esta doença que mata mesmo.
    Grande abraço, e este espaço estará sempre aberto e à sua disposição.
    Obrigado também de coração!!
    Dagoberto


Leave a reply